quinta-feira, 13 de março de 2008

O TEMPO DE RENATA...

"Naquela madrugada, ela quis perguntar sobre os outros segredos do mundo, mas não se atreveu. Sua descoberta já era bastante para toda uma vida. Além do mais, se lhe fizessem tal questionamento , por acaso, diria a verdade? Preferiu continuar contemplando a janela. E foi tomada por um silêncio, um silêncio tão profundo, que quase esqueceu o que acabara de viver".
RENATA BELMONTE nasceu em 13/03/1982. É advogada e contista. Tem publicado Femininamente (2003, prêmio Braskem Cultura e Arte) e O que não pode ser (2006, prêmio Projeto de Arte e Cultura Banco Capital). Trecho extraído do conto "O tempo das coisas", publicado na antologia Outras Moradas (2007, Banco Capital). Blog: www.vestigiosdasenhoritab.blogspot.com.

3 comentários:

Valdo disse...

Gostei muito da leveza, do mistério e da imagem do conto. Parabéns!

Renata Belmonte disse...

Ah, meninos! Super obrigada por essa lembrança de aniversário!
Bjs,
Renata

Renata Belmonte disse...

Obrigada pelo comentário, Valdo!
Bjs