terça-feira, 10 de junho de 2008

LÚCIA E OS PEIXES

O PEIXE-PESCADOR

O peixe-pescador
parece pedra
parece rocha.

Está sempre parado,
com os olhos arregalados.

O peixe-pescador não nega a natureza.
Abre a boca com esperteza,
cheio de malícia, tem até sua própria isca.


PEIXINHOS

Eu falo
danço
subo, torço
retorço.

Ébrio de
cor
em cor
na cor
sou sempre outro.

Vermelho-caju
azul-mirim
amarelo-capim
jasmim
assim
nos teus jardins
de ninhos
olhinhos
diversos peixinhos.


PEIXE-VOADOR

Da água verde,
um peixe reluzente salta e ganha o céu.


LÚCIA SANTÓRI-CARNEIRO é professora e poeta. Poemas extraídos do livro As voltas do tempo ( Salvador: Fundação Pedro Calmon, 2008)

2 comentários:

AVESSOS disse...

estou inconformado por so ter conhecido esse blog agora muito bom abracos

Raiça Bomfim disse...

Delícias de poemas.