sábado, 30 de agosto de 2008

AS NOVAS MARGENS DE IDMAR BOAVENTURA

AUTO-RETRATO

Sou mesmo sozinho.
Todo o universo
mora em meus olhos,
e o outro universo
não me diz respeito.
Moro sozinho
comigo mesmo.
Pintei meu retrato
no fundo do ego
e eu me contemplo
e a mim mesmo mesmo nego
(me faça o avesso
de uma velha farsa)
mas sou mesmo eu
e isso a mim basta.

IDMAR BOAVENTURA é poeta e professor. Mora em Conceição do Jacuípe. Tem publicado o livro "O desossar (d)as horas" (Tribuna Cultural, 2004). Poema extraido de "A Outra Margem" (Secretária de Cultura: Fundação Pedro Calmon, 2008).

2 comentários:

Jana disse...

Cada um de nós é um universo.
Texto sensacional.
:)

Mayrant Gallo disse...

Idmar Boaventura sempre foi ótimo aluno, ótimo caráter e ótimo poeta. Pena que estamos todos aqui, neste país, neste estado... Belíssimo poema!