sábado, 26 de abril de 2008

III. DE 100 Fundamentos

O sol cansado se despia no horizonte e o Mestre Zen tinha visitas: um jovem militar vindo de um país distante. Enquanto moço mirava a alva face anciã em busca de respostas, o velho Mestre Zen já preparava o chá de meditação seguido de uma lição de moral silenciadora.
Dos campos de arroz no fundo do monastério veio a resposta que o soldado procurava, um discípulo encontrou um fuzil na plantação. O fardado deu graças ao menino e em retribuição jogou um cogumelo nuclear em sua careca.

RICARDO THADEU,Natural de Riachão do Jacuipe-Ba edita o blog www.ricardothadeu.blogspot.com

5 comentários:

Caio Rudá disse...

Está num outro nível de realidade. Minha pobre mortalidade me impede de compreender essas passagens simples, porém surreais.

:D

anjobaldio disse...

Muito bom, surreal mesmo.

katherine funke disse...

um mestre zen violento - que doido

SANDRO ORNELLAS disse...

gostei muito. história zen fundamento.

M. Gallo disse...

Humor! Falta isso a grande parte do que se escreve atualmente. Bom!