domingo, 1 de abril de 2007

"ANTEPROJETO AMOROSO”

Qualquer dia desse te meto entre aspas. Sujo meu texto mas limpo minha vida. Direi da noite que se aproxima algo que me deixe teso. E cairei na city feito água de chuva. Trocarei de agenda, rodarei nas curvas, não mais usarei samba-canção, cantarei forró pé-de-serra, elogiarei o último Wenders só de sacanagem e viajarei para Capão. Tu, entre aspas; eu, entre pernas macias, entre atos insanos, entretudo. Dia desse. Quando conseguir reter teu nome em meu olhar.

Carlos Barbosa. Escritor, jornalista e advogado. Natural de Ibotirama - BA (1958). Publicou Água de Cacimba(poemas, 1998) e A Dama do Velho Chico(romance, 2002). Foi premiado em 2001 pelo Minc, pelo roteiro de um longa-metragem baseado no romance A Dama do Velho Chico. Mais textos do autor nos endereços miniconto.zip.net e contosempre.zip.net.

3 comentários:

Anônimo disse...

Carlos Barbosa e seus grandes textos curtos. Parabéns!
E parabéns aos meninos pela nova cara do blog. Um abraço, Ângela.

V. Vhil disse...

Carlos Barbosa já está entre aspas, não...?

ediney disse...

gostei das tuas aspas