sexta-feira, 6 de julho de 2007

Com a Palavra...

LIMA TRINDADE
1) Por que você escreve?
Escrevo porque não sei desenhar. E há um bichinho dentro de mim roendo o entendimento. Este bicho quer descobrir o mundo. Não lhe bastam explicações científicas. Ele quer a vivência dos seres e das coisas. Foi assim: um dia acordei e me deparei com um livro. Esse livro me tirou parte da solidão. Mas, para lê-lo, precisei ficar sozinho. Queria também saber cantar e tocar baixo elétrico. A literatura me permite tudo. E nada.

2) O que você gostaria de escrever e por quê?
Eu agora gostaria de escrever uma estória de amor entre um caminhoneiro e um intelectual cinquentâo. Tenho já um enredo planejado. As personagens me visitam vezenquando, sopram sua voz em meu ouvido quando menos espero. Então, para mim, torna-se um desafio. O que é razão mais do que suficiente. Há muitos conflitos escondidos aqui. Ainda não li nada com esse tipo de abordagem. Quero viajar pelo país. E brincar com a fantasia alheia. Será uma estória de vigor.
Lima Trindade, brasiliense radicado em Salvador, é escritor e editor da revista virtual Verbo21(www.verbo21.com.br). Autor da novela Supermercado da Solidão (LGE, 2005) e da coletânea de contos Todo Sol mais o Espírito Santo (Ateliê Editorial, 2005).

9 comentários:

Valdeck Almeida de Jesus disse...

O Lima Trindade é um escritor nato, daqueles que o "bichinho" (como ele próprio define sua inspiração) instiga a não se conformar com o estático, com o planejado. Ele prefere, em minha opinião, interferir na realidade, dar-lhe um outro colorido, uma outra tonalidade. E esta característica lhe confere a singularidade que ele transfere aos contos que escreve. Dar uma nova tonalidade, sem transformar a realidade em outra coisa, apenas deixá-la mais transparente aos olhos do leitor.

Mayrant Gallo disse...

Gostei, Lima: breve, direto e espontâneo. Abraço!

Carlos Barbosa disse...

Lima Trindade: estive em BSB e papeei com Cagiano. Lembramos de você na prosa. E prosa vc sabe bem escrever. Abr. Carlos Barbosa (caobarbosa@bol.com.br)

SnowBros disse...

Lima,

Mon coeur.Adorei sua entrevista, mas achei muito curta...cadê o resto??? Entrevista hai kai???

abraços

Anna disse...

excelente imagem, entrevista curta e boa. Rapaz bem humorado e inteligente, parabéns!

Palavras e co-lirius disse...

Lima,

Gostei da entrevista. Direta!
Você publica textos em alguma mídia on-line?

ediney disse...

gostei da entrevista e das razões do autor.
muito bom

Adriano disse...

Lima,

Dentre as várias valvulas de escape disponíveis, acho que vc escolheu a melhor, não consigo visualizar vc com um contra-baixo na mão...de repente cantando estilo Ian Curtis, Morissey ou Robert Smith quem sabe...rsss

Ótima entrevista!!!

Abração!!

SANDRO ORNELLAS disse...

Esse é o meu pé de laranja lima trindade!